fbpx
pressao-alta
Como a Pressão Alta Causa AVC
19 de julho de 2019
estenose-intracraniana
Estenose da Artéria Intracraniana – Uma das Causas mais Graves do AVC
2 de agosto de 2019

Se você chegou a este artigo, é porque provavelmente está buscando por um teste de déficit de atenção. Realmente, quando notamos algo errado com a nossa saúde, é comum termos a vontade de sanar algumas dúvidas em uma pesquisa na internet.

No entanto, o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade, apesar de ser relativamente comum, possui um diagnóstico um tanto quanto complicado, devido a fatores que fazem com que ele se pareça com outras doenças.

Continue esta leitura e saiba mais sobre os procedimentos que devem ser realizados em um diagnóstico de TDAH.

O Teste de Déficit de Atenção

Não há um teste único para diagnosticar o TDAH. Ao invés disso, analisamos diversos fatores, que incluem:

  • Entrevistas com os pais, familiares, professores ou outros indivíduos que convivam com a pessoa;
  • Pessoalmente, assistindo a criança ou o adulto;
  • Questionários ou escalas de avaliação que medem os sintomas de TDAH;
  • Testes psicológicos.

É importante identificar o quanto os sintomas de uma pessoa estão afetando seu humor diário, comportamento, produtividade e hábitos de vida, além de descartar outras condições.

Déficit de Atenção – Conceito

O déficit de atenção é um transtorno que pode se desenvolver sozinho ou integrando o TDAH – transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, que ocorre de maneira a englobar simultaneamente os processos de funcionamento dos sistemas emocionais, cognitivos e comportamentais, fazendo com que todas as áreas da vida do indivíduo portador sejam afetadas.

Sua vida escolar pode ser significativamente prejudicada devido à falta de compreensão e do diagnóstico adequado da doença, o que, em muitas crianças, pode gerar dificuldade nos processos de aprendizado e absorção de conhecimento, traumas em relação à convivência em grupo e diversos fatores que irão afetá-la até a vida adulta.

Por ser uma doença que afeta de maneira ampla o comportamento do indivíduo, é necessário que a criança receba uma atenção especial de seus pais e cuidadores, para que os sintomas e sinais de déficit de atenção sejam detectados em um estágio inicial, permitindo um tratamento que não envolva sequelas pela negligência.

Além disso, este transtorno de déficit de atenção tem suas características incrivelmente similares às de outras enfermidades de cunho psicológico e que, infelizmente, são subjugadas e menosprezadas na sociedade, tornando seu processo de identificação ainda mais doloroso.

Déficit de Atenção – Sintomas

Os indivíduos portadores do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade podem apresentar sintomas específicos, como falta de atenção em relação a assuntos diversos e, principalmente, nos processos de aprendizado em sala de aula, com dinâmicas em grupo.

Além disso, a hiperatividade causada pelo transtorno faz com que os indivíduos, principalmente em idades menores, sejam classificados como ‘desordeiros’ ou ‘bagunceiros’ por pessoas que não sabem identificar de forma exata quais são as causas de suas atividades exacerbadas, gerando uma má compreensão da enfermidade e, consequentemente, um mau tratamento, que pode culminar em traumas.

A agitação da mente, bem como a desorganização e a tomada de decisões impulsivas no dia a dia, podem ser características de um indivíduo adulto que apresenta o transtorno, sendo necessário um diagnóstico especializado, para que estas variáveis possam ser descartadas para outras doenças.

As pessoas com TDAH geralmente encontram-se em processos simultâneos de confusão; muitas vezes, suas características impedem que elas sejam aceitas socialmente ou por si mesmas, por carregarem traços que denotam um certo abandono.

Por meio do diagnóstico correto, é possível identificar diversos tipos de comportamento relacionados ao transtorno, de forma que, na maioria das vezes, nem mesmo ele próprio consiga lidar de forma adequada com as alterações que a doença apresenta em sua vida de maneira geral.

Você está lendo: Teste de Déficit de Atenção Serve Como Diagnóstico?

Déficit de Atenção – Diagnóstico

Para identificar se uma pessoa possui realmente o déficit de atenção, é necessário buscar a ajuda de uma equipe de profissionais especializados, capaz de avaliar os sintomas e obter um quadro completo da condição do paciente.

Muitas pessoas confundem os sintomas apresentados no transtorno de déficit de atenção com os sintomas apresentados em uma série de outras enfermidades, e, sem a instrução específica de quais médicos procurar para melhor esclarecimento de dúvidas, buscam por testes na internet.

Embora os testes na internet possuam algum nível de credibilidade para analisar as características apresentadas de maneira padrão por estes indivíduos, não é recomendado que as pessoas busquem por resultados concretos e diagnósticos em ferramentas online. Isto pode, inclusive, ser fonte de ainda mais atos prejudiciais à saúde do paciente, piorando seu quadro.

Para isso, é essencial que os indivíduos – ou, no caso das crianças menores, os pais e cuidadores – entrem em contato e busquem ajuda médica especializada para que testes específicos sejam realizados, permitindo uma ampla compreensão do quadro do paciente e diagnosticando-o da melhor forma.

Na maioria das vezes, um médico neurologista especialista em TDAH conduz de forma mais específica a investigação sobre os hábitos, costumes, atitudes e comportamentos que o paciente apresenta, fornecendo um diagnóstico mais preciso.

Importância de Buscar Atendimento Médico Especializado em TDAH

Além de ser uma doença com extrema dificuldade de diagnóstico, o transtorno de déficit de atenção apresenta características como a apatia, o desinteresse, a falta de rendimento e diversas outras que podem ser confundidas com doenças psicológicas, como a depressão.

Apenas por meio do trabalho de profissionais com domínio sobre o assunto, englobando as diversas áreas que podem ser analisadas com o apoio de um sistema de diagnóstico correto, é possível identificar e tratar o transtorno de déficit de atenção de maneira eficaz.

Isto também permitirá uma melhoria significativa da qualidade de vida do indivíduo, a partir do momento em que a sua realidade passar a se adaptar à sua condição e vice-versa.

Artigo publicado em: 03/10/2017.

Artigo atualizado em: 26/07/2019.

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo

Últimos posts por Dr Daniel Azevedo (exibir todos)

Compartilhe