TDAH em Adultos – Isto é Possível?

doppler-transcraniano-hipotensao-ortostatica
Doppler Transcraniano na Hipotensão Ortostática
22 de março de 2019
prevencao-enxaqueca-episodica
Prevenção de Enxaqueca Episódica – Novo Medicamento Aprovado no Brasil
29 de março de 2019

Ao contrário do que muita gente acredita, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – ou TDAH – em adultos ainda é pouco conhecido. Por este motivo, ele é comumente subdiagnosticado e alvo de controvérsias. Sabemos que as crianças com TDAH podem seguir com os sintomas na vida adulta. No entanto, estudos afirmam que o transtorno em adultos nem sempre é remanescente da infância. Ou seja, o adulto também pode vir a desenvolver este transtorno.

Continue conosco neste artigo para compreender como o TDAH pode afetar também as pessoas adultas.

O TDAH em Adultos

O TDAH em adultos é um transtorno do neurodesenvolvimento que também pode ser classificado como uma condição de saúde mental. Acreditava-se antigamente que as crianças superavam seus sintomas de TDAH na adolescência, mas agora sabemos que mais de 60% dos adultos mantêm alguns dos seus principais sintomas na vida adulta.

Alguns adultos com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade podem ter sido diagnosticados na infância e podem até ter recebido tratamento; entretanto, muitos adultos não sabem que suas dificuldades são causadas pelo TDAH até o diagnóstico.

TDAH em Adultos – Sintomas

O quadro de Desatenção, Impulsividade e Hiperatividade se apresenta de forma diferente nos adultos, sendo a desatenção predominante em relação à hiperatividade.

Os sintomas incluem dificuldade em regular a atenção (incapacidade de focalizar por qualquer período de tempo, hiper-focalização com a incapacidade de quebrar o foco e dificuldade de priorizar o foco) a um nível de comprometimento e, possivelmente, mas não necessariamente, hiperatividade e impulsividade.

Na infância, existem três subtipos de TDAH que são determinados com base no tipo de sintomas apresentados, incluindo: principalmente desatento (anteriormente conhecido como DDA), combinado (todos os três sintomas) e principalmente hiperativo (extremamente raro). Muitos dos sintomas do subtipo de TDAH basicamente desatento podem ser internalizados, tornando-os mais difíceis de identificar.

Alguns sintomas de TDAH, como hiperatividade externa, podem diminuir ao longo do ciclo de vida; porém, muitos adultos ainda descrevem um sentimento consistente de inquietação interna. Alguns adultos relatam que simplesmente aprenderam a canalizar sua inquietação para saídas mais apropriadas.

A impulsividade pode diminuir na idade adulta, ou pelo menos mudar de apresentação. No entanto, muitos adultos com TDAH apresentam impulsividade verbal, reações impulsivas e hábitos de consumo impulsivos que podem causar muitos problemas.

As deficiências de funcionamento executivo, como dificuldade de memória de trabalho, organização, gerenciamento do tempo, planejamento e priorização, bem como problemas sociais, também são comuns em adultos com TDAH.  

TDAH em Adultos – Diagnóstico

Embora nem sempre diagnosticado na infância, os sintomas devem ter sido evidentes antes dos doze anos de idade para o diagnóstico de TDAH em adultos.

O TDAH não aparece de repente na idade adulta. Muitos adultos acabam sendo diagnosticados com este distúrbio depois que seus filhos são avaliados para TDAH. Embora seja verdade que a maioria das pessoas experimenta muitos desses sintomas de tempos em tempos, os sintomas de desregulação da atenção, hiperatividade e impulsividade devem estar em níveis de comprometimento para que o diagnóstico ocorra. Há uma diferença significativa entre ter dificuldade ocasional em prestar atenção quando está cansado ou estressado e não poder prestar atenção na maior parte do tempo, não importa quanto esforço você faça, ou quão importante seja.

Como o Adulto Lida com o TDAH

Muitos adultos com TDAH passam a desenvolver estratégias para lidar com seus déficits. Como os adultos possuem mais autonomia do que as crianças, podem optar por atividades de sua preferência, em que parece “mais fácil” focar a atenção.

É importante considerar que a desatenção, no adulto e também na criança, é um sintoma, e não a causa do transtorno. O centro do problema é o comprometimento das funções executivas. E isto afeta a atenção, a capacidade de planejamento e a execução de tarefas.

No adulto, este distúrbio neurobiológico aparece como uma dificuldade de cumprir prazos e o esquecimento de tarefas. É comum que este paciente sinta-se limitado, não conseguindo desenvolver todo o seu potencial. Isto costuma desencadear baixa autoestima e sentimentos de insegurança, impotência, incompetência e fracasso precoce.

Da mesma forma, outras condições como depressão, ansiedade, problemas com álcool e drogas e transtornos de conduta podem ocorrer em grande parte dos adultos com TDAH. Este comprometimento na execução e realização de tarefas torna a vida do adulto com TDAH repleta de constantes insucessos.

Mas a avaliação e o acompanhamento do médico neurologista podem ajudar o adulto com TDAH a ter uma vida de sucesso, pessoal e profissionalmente.

Artigo publicado em: 18/04/2017.

Artigo atualizado em: 29/03/2019.

TDAH em Adultos – Isto é Possível?
5 (99%) 20 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo