fbpx
prevencao-enxaqueca-episodica
Prevenção de Enxaqueca Episódica – Novo Medicamento Aprovado no Brasil
29 de março de 2019
cafeina-e-tdah-relacao
Cafeína e TDAH – Como as Bebidas Cafeinadas Interferem no Transtorno
12 de abril de 2019
Compartilhe

O Acidente Vascular Encefálico (AVE), popularmente conhecido como derrame ou AVC, consiste em uma disfunção neurológica resultante da interrupção do abastecimento de sangue no encéfalo, formado por vários órgãos que compõem a caixa craniana, como o cérebro, cerebelo, bulbo raquidiano, tronco cerebral, entre outros. Conhecer os sinais de alerta do acidente vascular cerebral é muito importante para garantir um atendimento médico imediato e prevenir as sequelas decorrentes deste evento.

Neste artigo, vamos abordar os principais sinais que indicam a ocorrência do AVC, assim como os problemas decorrentes e suas formas de prevenção.

Os Sinais de Alerta do Acidente Vascular Cerebral

Reconhecer os primeiros sinais de um derrame é muito importante. Felizmente, eles são bastante fáceis de aprender e identificar. Desvio da face, falta de força em um braço e dificuldade na fala são os principais sinais de alerta para o acidente vascular cerebral (AVC). Também conhecidos por “os 3 F’s”, estes sinais indicam a necessidade urgente de chamar socorro médico. Outros sinais de aviso de acidente vascular cerebral incluem:

  • Dormência ou fraqueza no rosto, braço ou perna, localizada em somente um lado do corpo. Como nossos cérebros controlam cada lado do corpo de um hemisfério diferente, um derrame geralmente afeta apenas uma metade do corpo.
  • Confusão ou dificuldade de compreensão. Se, de repente, você se sentir confuso e tiver dificuldade para entender as coisas, pode ser um sinal de derrame.
  • Problemas para enxergar em um ou ambos os olhos. Um derrame pode afetar a área do cérebro que gerencia a visão. Uma perda repentina de visão é outro sinal de AVC.
  • Tontura súbita, dificuldade para andar, perda de equilíbrio ou coordenação. A palavra-chave aqui é “súbito”: em um momento você está bem, no próximo você se sente tonto ou apresenta problemas para manter o equilíbrio. Este é outro sinal de que seu cérebro está sendo afetado por alguma coisa.
  • Dor de cabeça grave, sem causa aparente. Um derrame pode causar uma dor de cabeça repentina e muito forte, que não parece estar relacionada aos seus desencadeadores habituais de dor de cabeça.

Como o AVC Acontece?

Os derrames ocorrem quando um vaso sanguíneo que leva oxigênio ao cérebro é bloqueado (AVC isquêmico) ou se rompe (AVC hemorrágico). A falta de oxigênio mata as células cerebrais que esse vaso sanguíneo específico serve, e a parte do corpo que essas células controlam para de funcionar.

Quando o vaso sanguíneo é bloqueado por um curto período de tempo, é chamado de ataque isquêmico transitório: como um mini-derrame ou traços de aviso, que tendem a preceder um grande AVC. Os sintomas são semelhantes aos de um acidente vascular cerebral maior, mas duram apenas alguns minutos.

Conhecer os sinais de aviso pode ajudá-lo a obter tratamento rápido e até mesmo evitar um evento grave de derrame, no caso de um ataque isquêmico transitório.

Sinais de Alerta do Acidente Vascular Cerebral e Prevenção de Sequelas

Para que o tratamento do AVC tenha sucesso, o tempo é fundamental. Isto porque existe uma “janela terapêutica”, ou seja, um breve momento em que é possível intervir para minimizar os danos no sistema nervoso central. Normalmente, este período dura poucas horas, e justifica a necessidade de rapidez no atendimento às pessoas, no momento em que sofreram o AVC.

Cada paciente tem suas particularidades. No entanto, após um AVC a maioria das pessoas passa a apresentar problemas motores, sensoriais e de coordenação. A alteração das funções cognitivas como percepção, atenção, memória, linguagem e também das funções executivas também pode acontecer.

Dificuldades funcionais são comuns. Realizar atividades de autocuidado, como higiene pessoal, vestir-se, alimentar-se e atividades profissionais tornam-se um desafio. Práticas de lazer, como realizar atividades físicas, divertir-se com a família e ir às compras, acabam sendo prejudicadas.

As sequelas de um AVC costumam se manifestar rapidamente, prejudicando a capacidade física e o estado emocional do paciente. Portanto, uma reabilitação bem conduzida, com o acompanhamento do médico neurologista, é necessária para evitar a instalação de sequelas graves.

Artigo publicado em: 25/04/2017.

Artigo atualizado em: 05/04/2019.

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo

Últimos posts por Dr Daniel Azevedo (exibir todos)