acidente vascular cerebral
Acidente Vascular Cerebral – Sinais de Alerta e Decorrências
25 de abril de 2017
anemia falciforme
Anemia Falciforme e Risco de AVC
1 de junho de 2017
Mostrar Todos

Compreenda a relação entre fibrilação atrial e AVC

fibrilação atrial

A fibrilação atrial é uma disfunção da frequência cardíaca, caracterizada por batimentos cardíacos rápidos e irregulares.

Nesta situação, as duas câmaras superiores do coração, ao receber o sangue, estremecem ou “fibrilam” em vez de se contraírem normalmente.

Dessa forma, os batimentos cardíacos não conseguem bombear eficientemente o sangue para fora do coração.

A relação entre fibrilação atrial e AVC

A fibrilação atrial é um grave fator de risco para o AVC. Quando o sangue acumula-se nas câmaras do coração, pode haver formação de coágulos de sangue. E estes coágulos entram na corrente sanguínea e se alojam em alguma artéria ou vaso, causando obstrução.

O risco de fibrilação auricular (atrial) é maior em pessoas com mais idade. Isto porque elas apresentam doença coronária e/ou hipertensão arterial, diabetes e excesso de hormônios tireoidianos.

Sintomas da fibrilação atrial

Os sintomas incluem palpitações, tonturas, falta de ar e dor no peito. Entretanto, na maioria dos casos a condição é assintomática. Por este motivo, é extremamente necessário o acompanhamento periódico das pessoas que apresentam fatores de risco.

Oportunidades de prevenção

Um grande estudo dinamarquês publicado no início de maio no “British Medical Journal Heart” examinou a associação entre a ingestão de chocolate e o desenvolvimento de fibrilação atrial.

Os pesquisadores acompanharam os hábitos alimentares de mais de 55 mil pessoas entre 50 e 64 anos por 13 anos. Foi constatado que os participantes com níveis mais altos de ingestão de chocolate amargo tiveram uma taxa menor de fibrilação atrial.

A hipótese dos pesquisadores

Pesquisas futuras ainda são necessárias para confirmar esta descoberta e determinar quais níveis de ingestão de chocolate estão associados com esta redução no risco da doença.

Contudo, a hipótese dos pesquisadores é de que o consumo moderado de cacau e derivados pode promover a saúde cardiovascular pelo seu alto teor de flavonoides, um subgrupo de polifenóis com benefícios vasodilatadores, antioxidantes e anti-inflamatórios.

Compreenda a relação entre fibrilação atrial e AVC
5 (100%) 34 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo