atencao
Conheça o Mecanismo da Atenção
11 de maio de 2018
melatonina
Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca
25 de maio de 2018

Aproveitando a chegada do Dia Nacional da Cefaleia, celebrado anualmente no dia 19 de maio, resolvemos abordar no presente artigo um tema muitas vezes negligenciado no campo neurológico da medicina: a enxaqueca.

Qual o Médico que Cuida da Enxaqueca?

Uma dúvida muito frequente entre a população que sofre de dor de cabeça é: “existe um médico especialista em enxaqueca?”

O conhecimento relacionado à enxaqueca e ao tratamento da dor de cabeça crônica é acessível a todos os profissionais da medicina: qualquer médico com uma boa formação tem capacidade de atuar e tratar casos de enxaqueca.

O acervo bibliográfico sobre enxaqueca existe e é disponível a todos. Cabe aos médicos adquirirem efetivamente este conhecimento.

Qual o Médico que Cuida de Enxaqueca? – Neurologista

Atualmente, não existe ainda no Brasil uma sociedade médica de enxaqueca oficialmente reconhecida pelo Conselho Federal da Medicina como sociedade médica de especialidade. Isso porque, no país, quem não tem título de especialista não pode se declarar como tal.

O neurologista é o médico mais indicado para acompanhar o paciente com enxaqueca, especialmente se for um neurologista com especialização em doenças cerebrovasculares. Cerca de 70% dos pacientes que visitam consultórios de neurologia sofrem de enxaqueca, afinal, trata-se de uma doença crônica muito comum.

A especialização em neurologia abrange o estudo mais aprofundado de todos os tipos de dor de cabeça provocadas por alterações que possam ser detectadas nos exames, sejam de laboratório, físicos ou neurológicos.

Você está lendo: Qual o Médico que Cuida da Enxaqueca?

Diagnóstico da Enxaqueca

Muitas pessoas que enfrentam crises frequentes de dor de cabeça, e não sabem ao certo se têm ou não têm enxaqueca, anseiam por um diagnóstico com base em um exame específico, que confirme ou descarte a possibilidade da doença. Entretanto, este exame específico não existe.

O diagnóstico da enxaqueca é clínico e realizado com base em uma “investigação”, uma avaliação feita pelo médico, onde o paciente descreve com fidelidade as características da dor, como as crises surgem, se vêm acompanhadas de outros sintomas, histórico familiar de enxaqueca, etc.

A automedicação tem potencial de agravar significativamente o quadro de enxaqueca, assim como a ausência de orientações de um especialista. Portanto, até a confirmação do diagnóstico, siga rigorosamente as orientações do neurologista de sua confiança.

Após a obtenção do diagnóstico, o especialista prescreverá o tratamento adequado de acordo com suas especificidades, incluindo as medicações adequadas, terapias de apoio, assim como métodos de prevenir as crises enxaquecosas.

Você está lendo: Qual o Médico que Cuida da Enxaqueca?

Tratamento da Enxaqueca

Além do tratamento medicamentoso e das mudanças de hábitos, incluindo sono, alimentação, gestão do movimento e das emoções, existem algumas terapias não farmacológicas disponíveis para pacientes que sofrem de enxaqueca, e estas demonstram eficácia em muitos dos casos.

Os tratamentos não farmacológicos podem ter a mesma eficácia que os medicamentos, quando adequadamente prescritos, e sobretudo quando aliados a um estilo de vida saudável.

São muitas as vantagens das terapias não farmacológicas, incluindo, por exemplo, terapias de apoio como a acupuntura e a ingestão de remédios naturais. Estes tratamentos são menos agressivos, uma vez que possuem menos efeitos colaterais em comparação às drogas farmacêuticas.

O paciente que sofre de enxaqueca pode levar uma vida completamente normal: basta encontrar um tratamento eficaz no controle das crises, que se tornarão cada vez menos frequentes e intensas. A prescrição deste tratamento é responsabilidade do médico neurologista especialista em doenças cerebrovasculares.

Pare de sofrer com a enxaqueca! Não hesite em buscar auxílio médico.

Qual o Médico que Cuida da Enxaqueca?
5 (100%) 28 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo