ultrassom transcraniano
Doppler Transcraniano – Você Conhece este Exame?
21 de dezembro de 2018
Déficit de Atenção
Déficit de Atenção – Entrevista Programa Saúde e Você
4 de janeiro de 2019

Assista a Entrevista do Dr Daniel Azevedo para o Quadro Momento Saúde do Programa da Rede Record News Saúde e Você, com Duda Rodrigues. Nesta entrevista, o Dr falou sobre o Tema AVC.

Entrevista Dr Daniel Azevedo

O que é um Acidente Vascular Cerebral?

Um acidente vascular cerebral ocorre quando a circulação sanguínea para o cérebro falha. As células cerebrais podem morrer devido à diminuição do fluxo sanguíneo e à consequente falta de oxigênio.

Existem duas grandes categorias de acidente vascular cerebral: as causadas por um bloqueio do fluxo sanguíneo, chamado acidente vascular cerebral isquêmico, e aquelas causadas pelo sangramento no cérebro.

Dois passos importantes podem diminuir o risco de morte ou invalidez por acidente vascular cerebral: controlar os fatores de risco e saber os sinais de alerta.

Quais os sinais de Alerta de um AVC?

Sinais de alerta são sintomas de que o cérebro não está recebendo oxigênio suficiente. Se você observar um ou mais desses sinais, não espere, procure atendimento médico imediatamente:

  • Dormência súbita ou fraqueza do rosto, braço ou perna, especialmente em um lado do corpo;
  • Confusão repentina ou dificuldade para falar ou entender;
  • Repentina dificuldade para enxergar;
  • Súbita dificuldade para andar, tontura ou perda de equilíbrio ou coordenação;
  • Dor de cabeça súbita e grave.

Outros sinais que podem ocorrer incluem visão dupla, sonolência e náusea ou vômito. Às vezes, os sinais de aviso podem durar apenas alguns instantes e depois desaparecer. Esses breves episódios, conhecidos como ataques isquêmicos transitórios, são chamados de “mini-derrames”. Embora breves, eles identificam uma condição grave subjacente que não desaparece sem ajuda médica.

Quais os Fatores de Risco para um AVC?

Um fator de risco é uma condição ou comportamento que ocorre com mais frequência naqueles que estão em maior risco de contrair uma doença. Ter um fator de risco para AVC não significa que você vai sofrer o AVC. Mas o risco aumenta à medida que o número e a gravidade dos fatores de risco aumentam.

Alguns fatores para o AVC não podem ser modificados por tratamento médico ou mudanças no estilo de vida: Idade, Gênero, Etnia, História familiar de acidente vascular cerebral.

Quais São os Fatores de Risco Tratáveis?

Entre os fatores de risco que podem ser tratados, estão: Hipertensão Arterial, Tabagismo, Doença cardíaca, Diabetes, Desequilíbrio do colesterol, Inatividade física e obesidade.

Entrevista Dr Daniel Azevedo – Você Sabe qual o seu Risco de AVC?

Alguns dos fatores de risco mais importantes para o AVC podem ser determinados durante um exame físico. Trabalhando com seu médico, você pode desenvolver uma estratégia para reduzir seu risco para a média ou até mesmo abaixo da média para sua idade.

Muitos fatores de risco para AVC podem ser gerenciados, alguns com muito sucesso. Embora o risco nunca seja zero em qualquer idade, ao iniciar precocemente e controlar seus fatores de risco, você pode diminuir o risco de morte ou incapacidade por acidente vascular cerebral. Com bom controle, o risco de derrame na maioria das faixas etárias pode ser mantido abaixo do risco de lesão acidental ou morte.

Os americanos mostraram que o AVC é evitável e tratável. Nos últimos anos, uma melhor compreensão das causas do derrame ajudou os americanos a fazer mudanças no estilo de vida que reduziram a taxa de mortalidade por derrame quase pela metade.

Artigo publicado em: 13/09/2017.

Artigo atualizado em: 28/12/2018.

Entrevista Dr Daniel Azevedo Neurologista para o Momento Saúde
5 (100%) 6 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo

Últimos posts por Dr Daniel Azevedo (exibir todos)