Déficit de Atenção – Entrevista Programa Saúde e Você

entrevista Dr Daniel Azevedo
Entrevista Dr Daniel Azevedo Neurologista para o Momento Saúde
28 de dezembro de 2018
segundo-avc
Como Evitar um Segundo AVC
11 de janeiro de 2019

Assista a Entrevista do Dr Daniel Azevedo para o Quadro Momento Saúde do Programa da Rede Record News Saúde e Você, com Duda Rodrigues. Nesta entrevista, o Dr falou sobre o Tema Déficit de Atenção.

O Déficit de Atenção

Todos nós ocasionalmente nos esforçamos para nos concentrar, ficar quietos ou restringir nossos impulsos. Mas as pessoas com Transtorno do Déficit de Atenção (com ou sem hiperatividade) lutam consigo mesmas todos os dias.

Crianças e adultos apresentam características como distração, agitação, hiperatividade, impulsividade, esquecimento, desorganização e/ou adiamento crônico em pelo menos algumas situações. Porém, quando as consequências dessas características são muito intensas, pode ser sinal de TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade.

Déficit de Atenção – Características

O TDAH é um transtorno que geralmente se desenvolve na infância e, se não tratado adequadamente, tende a acompanhar o indivíduo durante toda a sua vida.

Trata-se de um transtorno neurobiológico que atinge várias regiões do cérebro, causando falta de atenção, desinteresse e/ou inquietude e impulsividade.

O TDAH pode prejudicar a auto-estima e a capacidade de uma pessoa para funcionar em situações familiares, sociais, de trabalho e escolares.

Déficit de Atenção – Causas

Inúmeras pesquisas estão sendo feitas para identificar a causa do desenvolvimento de TDAH. Grande parte delas aponta a hereditariedade como uma das causas que podem fazer com que a criança desenvolva esse transtorno.

Outras causas incluem a alimentação durante a gravidez, problemas familiares e até mesmo a exposição ao chumbo. Algumas pesquisas apontam o sofrimento fetal, ou seja, quando a mulher passa por algum problema na gravidez que prejudica o feto, como um aumento na possibilidade do bebê desenvolver o TDAH.

Déficit de Atenção está Relacionado ao Mal de Alzheimer?

Os adultos com TDAH têm problemas para manter a atenção e se organizar; são esquecidos, qualquer estímulo os distrai e eles podem falar muito. O diagnóstico do transtorno melhorou muito nos últimos anos, mas muitas pessoas com o problema que hoje estão na terceira idade não foram diagnosticadas e não receberam tratamento.

Como o TDAH pode estar associado a problemas diversos, como quadros depressivos, ansiedade, abuso de álcool e drogas, estas condições também necessitam ser tratadas.

Se for este o seu caso ou o de algum familiar próximo, e você estiver com dúvidas sobre o diagnóstico e as possibilidades de tratamento, assista ao vídeo e saiba como lidar com este transtorno, que pode afetar pessoas de todas as idades.

Déficit de Atenção – Tratamento

Felizmente, através de melhores tratamentos e educação, mais pessoas do que nunca estão encontrando alívio para os sintomas de TDAH. Muitos dos problemas como estranheza social, desatenção crônica e intromissão respondem bem à psicoterapia.

Além disso, se a criança com TDAH for criada em um lar amoroso e tiver um ambiente escolar de compreensão estruturado para atender às suas necessidades, suas chances de ter um resultado positivo quando adulto aumentam significativamente.

Se você suspeitar que seu filho tem TDAH, procure ajuda de um médico neurologista especializado em TDAH, que pode prescrever e orientar quanto ao tratamento apropriado.

Artigo publicado em: 13/11/2017.

Artigo atualizado em: 04/01/2019.

Déficit de Atenção – Entrevista Programa Saúde e Você
4.8 (96.47%) 17 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo