Conheça as Manifestações do TDAH na Mulher

parkinson-e-tremor-essencial
Doença de Parkinson e Tremor Essencial – Diagnóstico Diferencial com o Ultrassom Transcraniano
18 de janeiro de 2019
Compreenda a Mudança de Personalidade Após AVC
Compreenda a Mudança de Personalidade Após AVC
1 de fevereiro de 2019

Embora os adultos com TDAH tenham muitos traços comuns, sabemos que cada pessoa tem uma experiência única ao conviver com este transtorno. Dessa forma, as manifestações do TDAH na mulher também são diferentes das observadas nos homens. Acrescente a isso as demandas de gerenciamento doméstico e cuidados com os filhos, e uma mulher não diagnosticada pode se sentir completamente sobrecarregada.

Vamos abordar neste artigo as diferentes formas em que o transtorno se manifesta na vida de uma mulher e como enfrentá-las.

Manifestações do TDAH na Mulher

O TDAH é um distúrbio neurocomportamental comum, caracterizado por um padrão persistente de desatenção e / ou hiperatividade-impulsividade. Na maioria dos casos, os sintomas começam na infância e continuam a afetar o funcionamento cerebral de uma pessoa até a idade adulta.

Diferenças de gênero foram relatadas nas taxas de prevalência de TDAH. A prevalência de TDAH na vida adulta parece ser mais comparável entre os sexos do que na infância, sendo duas vezes maior em homens do que em mulheres. No entanto, as mulheres tendem a ser mais velhas que os homens quando diagnosticadas com TDAH.

O malabarismo que uma mulher precisa fazer com os diversos aspectos de sua vida, como carreira, casamento e a criação dos filhos, pode ser um desafio para qualquer uma. Mas para alguém com TDAH, isso tudo pode parecer impossível.

Não é de admirar que algumas mulheres que apresentam o transtorno acabem se sentindo envergonhadas com sua incapacidade de acompanhar o ritmo de seus amigos e familiares mais organizados. No extremo, algumas mulheres com TDAH tendem a se isolar, sem vontade de expor as dificuldades percebidas.

Manifestações do TDAH na Mulher – Menos Hiperatividade e Mais Desorganização

Uma mulher com TDAH pode ser menos hiperativa e menos impulsiva que sua contraparte masculina. Em vez disso, ela pode apresentar sintomas mais sutis, como ser desorganizada, dispersa, esquecida, introvertida, retraída e socialmente isolada.

Ela pode ter grande dificuldade em manter seu foco nas tarefas, tornando-se facilmente distraída pelas coisas ao seu redor ou mesmo por seus próprios pensamentos. Pode levar um pouco mais de tempo para processar informações, de modo que ela pareça “lenta”, quando na verdade ela pode ser muito inteligente.

Em vez de receber um diagnóstico e tratamento adequados, muitas mulheres com TDAH têm sido identificadas desde a infância como preguiçosas, ouvindo que devem apenas se esforçar mais.

Manifestações do TDAH na Mulher Durante a Menopausa

O diagnóstico durante a menopausa pode ser ainda mais complicado, já que problemas com memória, organização, ansiedade e transtornos de humor que surgem neste período da vida podem imitar os sintomas de TDAH.

Uma das maneiras para identificar o TDAH nesses casos é obter uma boa descrição das queixas dessa pessoa desde a infância. Se ela não apresentou sintomas de TDAH antes da menopausa, podemos considerar outro tipo de transtorno.

Manifestações do TDAH na Mulher – Diagnóstico

Múltiplos fatores podem contribuir para a falta de diagnóstico de TDAH em meninas durante a infância, como:

  • Diferenças nos sintomas predominantes (internalizando em vez de externalizando);
  • Subtipo (desatento em vez de hiperativo);
    Presença de transtornos psiquiátricos, incluindo depressão e ansiedade, que estão ligados à internalização dos sintomas de TDAH;
  • Presença de transtorno obsessivo-compulsivo, frequentemente acompanhado de comportamentos perfeccionistas, que podem atenuar os sintomas e retardar o diagnóstico;
  • Tendência para a agressão relacional (encoberta) ser mais evidente do que a agressão física em meninas com TDAH do que em meninos com TDAH.

Outro aspecto que dificulta o diagnóstico nas mulheres é a dificuldade de aprendizado, que até 20% das pessoas com TDAH também apresentam. Assim como os transtornos de humor, ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático e outras doenças que acompanham o TDAH em adultos (80% dos pacientes têm pelo menos uma condição coexistente), a dificuldade de aprendizado também pode ser confundida com TDAH.

É importante lembrar que os sintomas do TDAH podem se apresentar muito diferentemente de pessoa para pessoa, mesmo de mulher para mulher, e em momentos diferentes da vida de uma mulher.

Se você está preocupada que possa ter TDAH, é importante buscar a ajuda de um médico neurologista com experiência em avaliar e tratar TDAH em mulheres, que também está bem informado sobre como as flutuações hormonais e o estrogênio podem afetar os sintomas.

Conheça as Manifestações do TDAH na Mulher
5 (100%) 9 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo

Últimos posts por Dr Daniel Azevedo (exibir todos)