Saiba Como Lidar com o TDAH

TDAH na Universidade
TDAH na Universidade – Como Ter um Bom Desempenho Acadêmico, Apesar do Transtorno
30 de agosto de 2019
Como Praticar Mindfulness Ajuda no TDAH
Como Praticar Mindfulness Ajuda no TDAH
27 de setembro de 2019
Mostrar Todos

Saiba Como Lidar com o TDAH

Como Lidar com o TDAH

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno psiquiátrico comum, que interfere no cotidiano dos pacientes. Neste contexto, saber como lidar com o TDAH é papel fundamental dia-a-dia da criança ou adulto que sofre com o transtorno. Confira as dicas a seguir e saiba como lidar com os sintomas do TDAH.

Como Lidar com o TDAH?

Pessoas com TDAH não necessariamente apresentam hiperatividade, mas pode-se dizer que todas apresentam desatenção, dificuldade em manter o foco em atividades prolongadas, dificuldade em cumprir prazos e concluir tarefas e desorganização

O tratamento de pessoas com TDAH não se baseia apenas no uso de medicamentos: aliar terapias e alguns comportamentos diários, além de melhorar o convívio, promovem o desenvolvimento e o bem-estar da pessoa hiperativa.

Como Lidar com o TDAH em Crianças

Quem convive com uma criança que tenha TDAH deve saber que o tratamento é diário. As crianças, por exemplo, requerem atenção redobrada em relação a outras crianças; isso vale para o ambiente familiar e pedagógico. É importante que os pais de uma criança com TDAH aprendam algumas técnicas para ajudar no tratamento do seu filho:

Regras e Objetividade

Sabe-se que uma das principais características da criança com TDAH é a dificuldade em seguir regras. Devido a isso, a primeira recomendação aos pais é o estabelecimento de regras de modo simples, específico e paciente.

Uma maneira de frisar as regras estabelecidas é pedir para a criança repeti-las: é uma das estratégias que, aos poucos, fazem com que a criança se lembre dos seus afazeres e compromissos sozinha, apesar da dificuldade de organização e do esquecimento.

A objetividade também é um comportamento fundamental dos pais: olhe sempre nos olhos da criança ao falar e fale somente o necessário, com clareza, consistência e objetividade. Isso facilita a compreensão das regras.

Planejamento e Finalização das Atividades

Uma das dificuldades das crianças com TDAH é a de se organizar em qualquer atividade prolongada e gerenciar o tempo para concluí-las. É papel dos pais ajudar o filho no planejamento antecipado de suas atividades e prepará-lo para qualquer mudança em sua rotina, como mudança de escola, eventos no fim da semana, etc.

Ensine a criança a não interromper as atividades antes de concluí-las, estabelecendo um período não muito prolongado e incluindo alguns momentos de descanso entre uma tarefa e outra.

O hábito de planejar e finalizar as atividades contribuem com a evolução gradativa da criança hiperativa em se organizar e gerenciar seus afazeres sozinha.

Reforço Positivo e Limite de Críticas

A criança com TDAH apresenta maior vulnerabilidade em relação a outras crianças; portanto, é importante sempre elogiar os seus bons comportamentos, assim como ser cuidadoso com as críticas para que estas não prejudiquem sua autoestima.

Reforços positivos como elogios e reconhecimento diante de comportamentos corretos são fatores essenciais que motivam a criança e elevam sua autoestima, fazendo-a enxergar o que há de melhor em si.

Diante de um comportamento ruim, dê um retorno através de críticas construtivas: esclareça qual seria o comportamento apropriado da criança naquele momento, com muita paciência. Cobre esforços e não resultados.

Estímulo da Prática de Atividades Físicas

A prática de atividades físicas pode beneficiar muito crianças com TDAH que apresentam agitação psicomotora. Além de ser um hábito prazeroso, é uma forma de gastar um pouco da energia e diminuir a agitação excessiva.

Entretanto, é importante estabelecer regras também nesse quesito: estipular um tempo limite para a prática do exercício físico é importante para manter a disciplina da criança e evitar que ela fique exausta e sem disposição para se dedicar a outras atividades. Nosso artigo: “Exercícios Físicos no Tratamento do TDAH” aborda com mais detalhes os benefícios da prática das atividades físicas para pessoas com o transtorno.

Compreensão e Respeito dos Pais

Para os pais que não sabem como lidar com o TDAH do filho, é importante ressaltar que o diálogo é sempre o melhor caminho. Procure saber o que a criança está sentindo, suas opiniões, suas dificuldades e do que ela precisa. Conversas, orientações e apoio são fundamentais no seu desenvolvimento social e acadêmico.

Não faça comparações entre crianças com TDAH e outras crianças. Lembre-se: cada criança tem suas facilidades e dificuldades específicas, e a comparação só promove a competição e prejudica sua autoestima.

Paciência, Bom Humor, Respeito e Compreensão

Paciência e bom humor são características importantes de todos os pais na criação de seus filhos, mas crianças com TDAH requerem ainda mais esses cuidados. É importante que os pais exercitem a compreensão diante de atos impulsivos dos filhos e evitem conflitos.

Lembre-se de não culpar a criança por não conseguir corresponder às expectativas. Seu filho terá dia bons ou ruins, seja compreensivo e não desanime diante dos obstáculos promovidos pelo transtorno. Saiba respeitar.

Estimule a Independência e as Amizades

É importante estimular a independência das crianças com TDAH: os pais devem estar sempre à disposição do filho, mas incentivá-lo a se lembrar das regras e gerenciar seu tempo sozinho.

Tanto crianças com TDAH hiperativas quanto crianças introspectivas apresentam dificuldades em se relacionar e fazer amizades. Entretanto, é através do contato com outras crianças que seu filho aprenderá as regras de sociabilidade e estabelecerá limites para suas atitudes. Por isso, é papel dos pais estimular o contato social da criança e seus laços de amizade.

Recarregue as Energias da Criança

Algumas crianças com TDAH perdem rapidamente a energia; inclua na rotina de seu filho momentos para recarregar as energias, como um cochilo durante o dia, por exemplo. Isso elevará o bem-estar da criança.

Recomenda-se que o quarto da criança não contenha estímulos exagerados. Isole alguns locais específicos de elementos de decoração: esse cuidado eleva o rendimento da atenção do seu filho.

Como lidar com o TDAH em Adultos

Muitas pessoas não sabem que o TDAH costuma acompanhar o desenvolvimento das crianças que vivem com ele, os acompanhando durante toda a vida. Na fase adulta os sintomas se concentram em dificuldades de se manter organizado, manter-se concentrado e atencioso, problemas em permanecer quieto, além de se distrair em atividades.

Essas características podem prejudicar o desenvolvimento das áreas acadêmicas, sociais e do mercado de trabalho. Felizmente, existem estratégias para auxiliar o sucesso de um portador de TDAH adulto, como:

  • Alimente-se adequadamente – Coma uma grande variedade de alimentos saudáveis ​​e limite os alimentos açucarados para equilibrar as mudanças de humor.
  • Pratique atividades físicas – Exercite-se vigorosa e regularmente – ajuda a eliminar o excesso de energia e a impulsividade de maneira positiva, enquanto acalma o corpo.
  • Tenha um sono de qualidade – Quando você está cansado, é ainda mais difícil se concentrar, gerenciar o estresse, permanecer produtivo e manter o controle de suas responsabilidades.
  • Pratique uma melhor gestão do tempo – Estabeleça prazos para tudo, mesmo para tarefas aparentemente pequenas. Use temporizadores e alarmes. Faça pausas em intervalos regulares. Evite pilhas de papelada ou procrastinação, lidando com cada item conforme ele entra. Priorize tarefas com tempo limitado e anote todas as tarefas, mensagens ou pensamentos importantes.
  • Valorize seus relacionamentos – Programe atividades com amigos e mantenha seus compromissos. Mantenha-se vigilante na conversa e na comunicação on-line: ouça quando os outros estiverem falando e tente não falar muito rapidamente. Cultive relacionamentos com pessoas que são solidárias e compreendem suas lutas com o TDAH.
  • Crie um ambiente de trabalho produtivo – Faça uso frequente de listas, códigos de cores, lembretes, anotações pessoais, rituais e arquivos. Se possível, escolha um trabalho que o motive e seja de seu interesse. Observe como e quando você trabalha melhor e aplique essas condições ao seu ambiente de trabalho da melhor maneira possível.
  • Pratique a atenção plena – Embora seja difícil para algumas pessoas com TDAH, a meditação regular da atenção plena pode ajudá-lo a acalmar sua mente ocupada e ganhar mais controle sobre suas emoções. Tente meditar por um curto período e aumente o tempo à medida que se sentir mais confortável com o processo.
  • Não se culpe – Os adultos diagnosticados com TDAH geralmente se culpam por seus problemas ou se vêem de uma forma negativa. Isso pode levar a problemas de auto-estima, ansiedade ou depressão. Mas não é sua culpa! Embora não possa controlar algumas situações, pode tomar medidas para compensar suas fraquezas e aprender a desenvolver-se em todas as áreas da sua vida.

Se você percebe que precisa de ajuda para lidar com o TDAH do seu filho, ou ajuda para se organizar na fase adulta, marque uma consulta e deixe-nos ajudar.

Referências: ADDitudeJ Am Acad Child Adolesc Psychiatry

Artigo Publicado em: 9 de fevereiro de 2018 e Atualizado em: 13 de setembro de 2019

Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo em Neurologista SP
Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo
Compartilhe