Saiba Como Lidar com o TDAH

Déficit de Atenção
Déficit de Atenção – Entrevista Programa Saúde e Você
13 de novembro de 2017
TDAH e Insônia
Compreenda a Relação entre TDAH e Insônia
2 de março de 2018

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é o mais comum transtorno psiquiátrico entre a população infantil: atinge cerca de 6% das crianças, em sua fase de desenvolvimento. Neste contexto, saber como lidar com o TDAH é papel fundamental dos pais no dia a dia da criança que sofre com o transtorno.

Crianças com TDAH não necessariamente apresentam hiperatividade, mas pode-se dizer que todas apresentam desatenção, dificuldade em manter o foco em atividades prolongadas, dificuldade em cumprir prazos e concluir tarefas e desorganização.

Como Lidar com o TDAH

 O tratamento de crianças com TDAH não se baseia apenas no medicamentoso: aliar terapias e alguns comportamentos diários dos pais, além de melhorar o convívio, promovem o desenvolvimento e o bem-estar da criança hiperativa.

Quem convive com uma criança que tenha TDAH deve saber que o tratamento é diário, afinal, elas requerem atenção redobrada em relação a outras crianças; isso vale para o ambiente familiar e pedagógico. Confira as dicas a seguir e saiba como lidar com o TDAH.

Regras e Objetividade

Sabe-se que uma das principais características da criança com TDAH é a dificuldade em seguir regras. Devido a isso, a primeira recomendação aos pais é o estabelecimento de regras de modo simples, específico e paciente.

Uma maneira de frisar as regras estabelecidas é pedir para a criança repeti-las: é uma das estratégias que, aos poucos, fazem com que a criança se lembre dos seus afazeres e compromissos sozinha, apesar da dificuldade de organização e do esquecimento.

A objetividade também é um comportamento fundamental dos pais: olhe sempre nos olhos da criança ao falar e fale somente o necessário, com clareza, consistência e objetividade. Isso facilita a compreensão das regras.

Planejamento e Finalização das Atividades

Uma das dificuldades das crianças com TDAH é a de se organizar em qualquer atividade prolongada e gerenciar o tempo para concluí-las. É papel dos pais ajudar o filho no planejamento antecipado de suas atividades e prepará-lo para qualquer mudança em sua rotina, como mudança de escola, eventos no fim da semana, etc.

Ensine a criança a não interromper as atividades antes de concluí-las, estabelecendo um período não muito prolongado e incluindo alguns momentos de descanso entre uma tarefa e outra.

O hábito de planejar e finalizar as atividades contribuem com a evolução gradativa da criança hiperativa em se organizar e gerenciar seus afazeres sozinha.

Reforço Positivo e Limite de Críticas

A criança com TDAH apresenta maior vulnerabilidade em relação a outras crianças; portanto, é importante sempre elogiar os seus bons comportamentos, assim como ser cuidadoso com as críticas para que estas não prejudiquem sua autoestima.

Reforços positivos como elogios e reconhecimento diante de comportamentos corretos são fatores essenciais que motivam a criança e elevam sua autoestima, fazendo-a enxergar o que há de melhor em si.

Diante de um comportamento ruim, dê um retorno através de críticas construtivas: esclareça qual seria o comportamento apropriado da criança naquele momento, com muita paciência. Cobre esforços e não resultados.

Estímulo da Prática de Atividades Físicas

A prática de atividades físicas pode beneficiar muito crianças com TDAH que apresentam agitação psicomotora. Além de ser um hábito prazeroso, é uma forma de gastar um pouco da energia e diminuir a agitação excessiva.

Entretanto, é importante estabelecer regras também nesse quesito: estipular um tempo limite para a prática do exercício físico é importante para manter a disciplina da criança e evitar que ela fique exausta e sem disposição para se dedicar a outras atividades.

Compreensão e Respeito dos Pais

Para os pais que não sabem como lidar com o TDAH do filho, é importante ressaltar que o diálogo é sempre o melhor caminho. Procure saber o que a criança está sentindo, suas opiniões, suas dificuldades e do que ela precisa. Conversas, orientações e apoio são fundamentais no seu desenvolvimento social e acadêmico.

Não faça comparações entre crianças com TDAH e outras crianças. Lembre-se: cada criança tem suas facilidades e dificuldades específicas, e a comparação só promove a competição e prejudica sua autoestima.

Paciência, Bom Humor, Respeito e Compreensão

Paciência e bom humor são características importantes de todos os pais na criação de seus filhos, mas crianças com TDAH requerem ainda mais esses cuidados. É importante que os pais exercitem a compreensão diante de atos impulsivos dos filhos e evitem conflitos.

Lembre-se de não culpar a criança por não conseguir corresponder às expectativas. Seu filho terá dia bons ou ruins, seja compreensivo e não desanime diante dos obstáculos promovidos pelo transtorno. Saiba respeitar.

Estimule a Independência e as Amizades

É importante estimular a independência das crianças com TDAH: os pais devem estar sempre à disposição do filho, mas incentivá-lo a se lembrar das regras e gerenciar seu tempo sozinho.

Tanto crianças com TDAH  hiperativas quanto crianças introspectivas apresentam dificuldades em se relacionar e fazer amizades. Entretanto, é através do contato com outras crianças que seu filho aprenderá as regras de sociabilidade e estabelecerá limites para suas atitudes. Por isso, é papel dos pais estimular o contato social da criança e seus laços de amizade.

Recarregue as Energias da Criança

Algumas crianças com TDAH perdem rapidamente a energia; inclua na rotina de seu filho momentos para recarregar as energias, como um cochilo durante o dia, por exemplo. Isso elevará o bem-estar da criança.

Recomenda-se que o quarto da criança não contenha estímulos exagerados. Isole alguns locais específicos de elementos de decoração: esse cuidado eleva o rendimento da atenção do seu filho.

Se você percebe que precisa de ajuda para lidar com o TDAH do seu filho, marque uma consulta e deixe-nos ajudar.

Saiba Como Lidar com o TDAH
4.9 (98.8%) 117 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo