demencia-vascular-idosos
Conheça a Demência Vascular em Idosos
7 de setembro de 2018
problema-memoria
Problema de Memória ou Dificuldade para Lembrar?
21 de setembro de 2018

A manifestação do TDAH foi inicialmente vinculada a algum tipo de lesão cerebral mínima. No entanto, atualmente sabemos que ele pode ocorrer por influência de fatores biológicos, psicológicos e sociais.

Dessa forma, o ambiente influencia no TDAH, à medida que favorece a ocorrência de problemas comportamentais e aumenta a fragilidade nas relações sociais deste indivíduo.

Ao longo deste artigo, vamos abordar com mais detalhes como estes fatores podem favorecer o desenvolvimento do transtorno ou mesmo agravar os seus sintomas.

O Ambiente Influencia no TDAH?

É incomum que uma pessoa desenvolva TDAH somente devido ao meio em que vive, ou porque pegou tarefas em excesso e não dá conta de finalizar estes trabalhos.

Mas existem alguns fatores ambientais que podem favorecer o aparecimento desse transtorno, que não estão relacionados a questões culturais e forma de educação, tendo maior ligação com conflitos emocionais e psicológicos enfrentados pela pessoa.

Fatores Desencadeantes do TDAH

Existem fatores que podem influenciar ou intensificar as dificuldades apresentadas pelos portadores de TDAH:

  • Fatores biológicos – relacionados às alterações genéticas, cerebrais e biológicas, decorrentes de má nutrição, mutação genética ou outras desordens.
  • Fatores psicológicos – relacionados às funções de pensamento, cognição e reações emocionais.
  • Fatores sociais – relacionados às interações presentes em diversos contextos: familiar, escolar, profissional, entre outros.

Predisposição Genética e Hereditária do TDAH

Para desenvolver o TDAH é necessária uma predisposição, tanto genética quanto hereditária, que cause uma alteração no desenvolvimento do cérebro.

Neste ponto, é importante compreender que as doenças genéticas são as que se manifestam por qualquer mutação nos genes – na formação do bebê, por exemplo -, podendo ser herdadas ou não. Doenças hereditárias são necessariamente herdadas pelos genes comuns em uma família.

Como o Ambiente Influencia no TDAH em Crianças

O TDAH foi por muito tempo considerado um transtorno da infância. Atualmente, já temos muitas evidências de que este é um transtorno do neurodesenvolvimento e, a partir do momento em que é diagnosticado, pode acompanhar o indivíduo até a idade adulta.

Os fatores que provocam a perda da capacidade de atenção são muitos e complexos. Entre eles estão o TDAH, ansiedade ou até mesmo a dificuldade para lidar com muitos estímulos.

A escola pode intensificar a severidade dos sintomas, à medida que passa a ser mais direcionada para crianças mais aptas. Isto aumenta o nível de dificuldades e adequação da criança com TDAH ao meio escolar.

Como o Ambiente Influencia no TDAH em Adultos

Uma pessoa sem TDAH pode eventualmente ter falhas de atenção ou organização. A diferença é que, no TDAH, as falhas são frequentes, também podendo haver forte presença de hiperatividade e impulsividade.

Outro critério de distinção entre uma fase desatenta ou TDAH, além da frequência desses episódios, é o impacto deles na vida do paciente: os sintomas causam prejuízo funcional, como baixo desempenho profissional.

A Manifestação dos Sintomas em Ambientes Diferentes

Quando os indícios de dificuldade de atenção, concentração e hiperatividade só aparecem em um ambiente, como só em casa, só na escola ou só ao sair de casa, é necessário que o diagnóstico seja realizado com mais cuidado.

Nesse caso, pode ser que os sintomas tenham origem psicológica, e não devemos cometer o equívoco de diagnosticar o transtorno como TDAH, já que o paciente deve responder a um tratamento diferenciado.

Dominando a Atenção

Dominar a atenção e ser capaz de eliminar outros estímulos que tentam nos distrair é uma habilidade que oferece inúmeras vantagens. Ela permite uma maior concentração no que realmente queremos, possibilita detectar detalhes que os outros não percebem, facilita o aprendizado de coisas novas, nos ajuda a persistir em nossas metas até atingi-las e até mesmo a reduzir o nível de estresse.

No entanto, o tratamento para o TDAH não é tão simples. Ele varia de acordo com o grau de comprometimento e da necessidade da criança ou do adulto. Em alguns casos, é necessário acompanhar o indivíduo até a vida adulta.

Entretanto, algumas pessoas apresentam um avanço tão grande que aparentam não ter mais o transtorno, levando uma vida normal após um pequeno período de tratamento.

Sempre é válido lembrar que somente um neurologista especialista em TDAH pode fazer um diagnóstico preciso e indicar os tratamentos adequados.

O Ambiente Influencia no TDAH?
4.9 (98.65%) 104 votos
Dr Daniel Azevedo

Dr Daniel Azevedo

Neurologista membro titular da Academia Brasileira de Neurologia e pós-graduando do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo, no Laboratório de Neurossonologia do Hospital das Clínicas. Possui título de especialista em neurossonologia concedido pela World Federation of Neurology e pela Academia Brasileira de Neurologia. Atua principalmente nos seguintes temas: doenças cerebrovasculares, hemodinâmica encefálica e neurointensivismo
Dr Daniel Azevedo

Últimos posts por Dr Daniel Azevedo (exibir todos)